Padrões de codificação

Para manter o código em um padrão único, nós usamos o Uncrustify. No Ubuntu 9.10, sua instalação é simples. Basta:

$ sudo aptitude install uncrustify

Depois de instalado, baixe o arquivo source:uncrustify.cfg, que define os padrões usados no Middleware Ginga-J. Então, basta você digitar:

$ uncrustify -c <caminho-para-o-uncrustify.cfg> <nome-do-arquivo>

Por padrão, ele não altera o arquivo original e coloca o resultado em <nome-do-arquivo>.uncrustify. Para mudar isto, e fazê-lo modificar o arquivo original, faça:

$ uncrustify -c <caminho-para-o-uncrustify.cfg> --replace <nome-do-arquivo>

Além disso, para tentar manter o padrão do código em um nível elevado, seguimos uma série de boas práticas. Elas estão descritas no documento de padrões de codificação.

Padrões_de_Codificação-v0.3.pdf (267,4 KB) Álan Livio, 25/10/2010 18:54